Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Engenheiro português vence Medalha Manson-Coffin IGF 2021

Engenheiro português vence Medalha Manson-Coffin IGF 2021

8 Julho, 2021

Galardão entregue pela Sociedade Italiana de Fratura e Integridade Estrutural reconhece as contribuições de José António Correia na área da fadiga de materiais e estruturas de Engenharia.

 

José António Correia, membro da Ordem dos Engenheiros e investigador do Instituto de I&D em Estruturas e Construção (CONSTRUCT) do Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP), foi recentemente distinguido com a Medalha Manson-Coffin IGF 2021. O galardão é concedido, desde 2019, a docentes e investigadores de destaque em reconhecimento das suas contribuições para a formalização, implementação e validação de novas teorias e metodologias concebidas para modelar fenómenos relacionados com fadiga de materiais e estruturas de engenharia.

Entregue pela Sociedade Italiana de Fratura e Integridade Estrutural (IGF) no decorrer da 26th International Conference on Fracture and Structural Integrity, em Turim, o prémio distingue investigações focadas no desenvolvimento de modelos fenomenológicos que permitam executar múltiplas variáveis de dano para todos os regimes de fadiga de materiais.

 

O reconhecimento pelos pares na área científica

José António Correia integra a lista que mais se destacaram entre os 2% cientistas mais citados a nível mundial em 2019, segundo o ranking da Universidade de Stanford. Foi também considerado uma das personalidades académicas com maior impacto mundial no período de 2015-2019 em várias subáreas científicas da fadiga, tais como, curvas S-N, modelos de fadiga, dano acumulado, pontes metálicas e ligações rebitadas.

Mais recentemente, o investigador português foi promovido a Co-Presidente do Comité Técnico TC3 – Fadiga de Materiais e Estruturas de Engenharia da Sociedade Europeia de Integridade Estrutural (ESIS), organismo onde já ocupava o cargo de Presidente do Comité Técnico TC12 – Segurança e Análise de Risco de Estruturas de Grande Porte e Detalhes Estruturais.

Além disso, tem vindo a acumular vasta experiência em cargos relacionados com publicações científicas ligadas à área da engenharia civil.

Foi anunciada a sua recém-integração, em janeiro de 2021, no conselho editorial da International Journal of Fatigue, revista de referência mundial na área da fadiga de materiais e estruturas de engenharia, assim como a sua nomeação para co-editor-in-chief da revista Smart Infrastructure and Construction, função que desempenha juntamente com Noha Saleeb, professora da Middlesex University London, no Reino Unido.

Adicionalmente, é fundador e atual co-editor-in-chief da Structural Integrity – Series (Springer), conjuntamente com Abílio De Jesus, professor no Departamento de Engenharia Mecânica da FEUP, Section-Editor-in-Chief da revista Modelling MDPI e Editor-in-Chief da revista International Journal of Ocean Systems Management (InderScience).

Além do CONSTRUCT, José António Correia acumula a sua atividade de investigação no Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI). Em paralelo, leciona na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e também no Departamento de Estruturas da Faculdade de Engenharia Civil e Geociências da Universidade Técnica de Delft (Holanda).

 

Sobre a Medalha Manson-Coffin IGF

Concedida pela primeira vez em 2019, a Medalha Manson-Coffin IGF é atribuída pela IGF como forma de preservar a memória de Samuel Stanford (S.S.) Manson (1920-2013) e de Louis F. Coffin (1917-2008). Os dois cientistas norte-americanos desempenharam um papel fundamental na compreensão do dano sob carregamentos variável no tempo, propondo, independentemente, o uso de deformações elastoplásticas cíclicas para avaliar a vida no regime de fadiga de ciclo baixo/médio.

A IGF, organização afiliada à Sociedade Europeia de Integridade Estrutural (ESIS), tem como objetivo desenvolver e ampliar o conhecimento em todos os aspetos da Integridade Estrutural, Fadiga e Fratura, divulgando esse conhecimento a nível mundial com o objetivo de melhorar a segurança e o desempenho dos equipamentos de engenharia, componentes estruturais e estruturas.

 

Fonte: Notícias UP