Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Há Engenharia no combate da epilepsia

Há Engenharia no combate da epilepsia

Tecnologia 17 Setembro, 2020

Tecnologia desenvolvida pelo Centro de Investigação em Engenharia Biomédica (C-BER) do INESC TEC, usada no primeiro implante, a nível mundial, num doente com epilepsia.

 

Decorreu, recentemente, no Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), o primeiro implante, a nível mundial, num doente com epilepsia, de um novo neuroestimulador fabricado pela empresa americana Medtronic e equipado com tecnologia desenvolvida pelo Centro de Investigação em Engenharia Biomédica (C-BER) do INESC TEC.

Aprovado para uso humano na Europa em janeiro deste ano, este neuroestimulador permite medir os movimentos introduzidos por eventos epiléticos em 3D e relaciona-los com a estimulação cerebral profunda bem como com sinais cerebrais lidos dentro e à superfície do cérebro (EEG). Resumidamente, permite estimular e captar sinais cerebrais em simultâneo, o que poderá fazer toda a diferença na qualidade de vida dos doentes.

Trata-se assim da primeira vez a nível mundial que este modelo de neuroestimulador é implantado e usado na monitorização contínua de longo termo (1 semana) de um doente epilético para estudar novas abordagens para a terapia por estimulação adaptativa nesta doença neurológica.

 

Fonte: Noticias UP