Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Há Engenharia no desenvolvimento de testes rápidos para a Covid-19 no ISEP

Há Engenharia no desenvolvimento de testes rápidos para a Covid-19 no ISEP

Especial Covid-19 22 Outubro, 2020

Há engenheiros a desenvolver testes rápidos e de baixo custo para monitorização de anticorpos para a Covid-19 no soro ou saliva. Esta nova técnica vai evitar os falsos negativos e os resultados inconclusivos.

 

O BioMark, grupo de investigação do ISEP em domínios transversais como Bioengenharia, Ciência dos Materiais, Engenharia Eletrotécnica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química, vai desenvolver testes rápidos e de baixo custo para monitorização de anticorpos para o SARS-CoV-2 no soro ou saliva.

O projeto TecniCOV integra o ISEP, a empresa INOVA+, a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa e a Universidade de Coimbra. As equipas vão produzir diferentes tipologias de testes rápidos, com resultados até 30 minutos, e com um custo entre dois a seis euros.

Os investigadores propõem uma abordagem inovadora para a monitorização rápida de anticorpos para a Covid-19, através de testes com tiras de teste em papel (à semelhança das tiras para análise de urina), sistemas de fluxo lateral (como os testes de gravidez) e sensores eletroquímicos (tipo tira de diabetes).

Segunda a coordenadora do projeto Felismina Moreira, a grande inovação desta proposta centra-se na utilização de materiais sintéticos de elevada afinidade para os anticorpos produzidos in vivo e que vão permitir a produção de testes rápidos com elevada sensibilidade, evitando os falsos negativos e os resultados inconclusivos.

 

Fonte: Notícias ISEP