Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Há Engenharia no Dia Internacional da Mulher

Há Engenharia no Dia Internacional da Mulher

Notícia 6 Março, 2020

Há Engenheiras que nos inspiram, e no Dia Internacional da Mulher não celebramos o facto de serem mulheres, mas celebramos os exemplos, as carreiras, os percursos e as experiências. Da NASA, das improváveis minas finalizando nos cargos de topo numa das mais prestigiada associações do mundo. Há Engenharia nestas mulheres inspiradoras.

 

Marlene Tavares

Pode ainda não ser comum, mas que as há, há! Marlene Catarino Tavares iniciou a carreira na manutenção de serviços do estabelecimento prisional feminino de Santa Cruz do Bispo, agora é engenheira de Minas na Somincor, empresa mineira em Castro Verde.Dependendo do horário de trabalho e das horas passadas no fundo da mina, considero que sim, é necessário fazer sacrifícios.” E às vezes também há alguns sustos. É licenciada em Engenharia de Minas e Geoambiente pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e tem uma gradução em Project Management pela IPMA – International Project Management Association. Começou a sua carreira na empresa Ferrovial Serviços, Sec – Sociedade de Explosivos Civis, onde trabalhou 2 anos como responsável pelo apoio técnico das pedreiras da região Sul. Atualmente as suas funções na mina prendem-se essencialmente com a elaboração dos planos de furação e carregamento para os disparos das bancadas, controlo do stock de detonadores, investigação, estudo e otimização de técnicas de desmonte e produtos explosivos, acompanhamento e supervisão de carregamentos com explosivos e monitorização de vibrações.

Da supervisão de carregamentos com explosivos à monitorização de vibrações, as Grandes Entrevistas de Engenharia foram conhecer esta engenharia. Reveja AQUI.

 

 

Odete Almeida

A FAIAR (Federação das Associações Ibero Americanas de Ar condicionado e Refrigeração) representa um mercado de 600 milhões de consumidores da América e Europa e é constituída por 15 países. A 4 de Fevereiro, Odete Almeida engenheira Mecânica e vogal do Colégio de Engenharia Mecânica da Região Norte, foi eleita presidente deste órgão internacional.

Odete Almeida é professora convidado no Instituto Superior de Engenharia do Politécnico do Porto (ISEP), Presidente da Federação das Associações Ibero-americanas de Ar Condicionado e Refrigeração, Presidente da Direção da Associação Portuguesa dos Engenheiros de Frio Industrial e Ar Condicionado. Em 2018 fui convidada pela Agência Alemã de Cooperação Internacional Ltda/GIZ em cooperação com o Ministério da Educação do Brasil para lecionar uma formação sobre Eficiência Energética e baixas emissões de CO2 em Brasília.

Odete Almeida foi entrevista pelo HaEngenharia.pt. Leia mais AQUI

 

Ana Pires

É Engenheira Geotécnia e Cientista-Astronauta. Foi uma das keynote speakers do Engenho 2019 onde partilhou, com uma plateia de quase 600 jovens engenheiros, a sua experiência, paixão e o amor pela Engenharia. Um exemplo de perseverança, trabalho e de como a paixão pelo que se faz nos torna capazes de alcançar o que parece impossível.

Ana Pires é cientista-convidada no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) e Investigadora no Centro de Robótica e Sistemas Autónomos do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC). Está envolvida em vários projetos relacionados com sustentabilidade do mar e mineração subaquática, geotecnologias e georrecursos. Tem um Doutoramento Europeu em Geociências (área de Recursos Geológicos e Geomateriais) e Mestrado em Georrecursos e Geotecnia pela Universidade de Aveiro, sendo licenciada em Engenharia Geotécnica e Geoambiente no ISEP.

Colabora regularmente, como investigadora, nos seus antigos Centros de Investigação onde passou mais de 11 anos a trabalhar em projetos multi e interdisciplinares (Laboratório de Cartografia e Geologia Aplicada – LABCARGA | ISEP e Centro GeoBioTec | UA). Trabalha na conceptualização e submissão de projetos científicos ou de up-scaling relacionados com tecnologias subaquáticas. Foi também a primeira mulher portuguesa a finalizar com sucesso o Curso de Cientista-Astronauta, classe 1802, no âmbito do Projeto PoSSUM (Ciência Suborbital Polar na Alta Mesosfera) apoiado pela NASA. Ana Pires continua a percorrer esta formação espacial, frequentando diversos cursos especializados e participando em programas de investigação ligados à Indústria Espacial.

Em breve publicaremos o seu testemunho nas Grandes Entrevistas de Engenharia.

 

Reveja as engenheiras que também nos inspiraram em 2018 e 2019: