Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Há Engenharia no pódio do Cleantech Camp

Há Engenharia no pódio do Cleantech Camp

Prémio 14 Outubro, 2021

A Amnis Pura foi uma das vencedoras do programa de empreendedorismo dedicado a tecnologias na área da energia limpa.

 

 

Entre 90 ideias de negócio e 15 projetos selecionados, apenas três chegaram ao pódio da 6.ª edição do Cleantech Camp, um concurso de empreendedorismo europeu dedicado a tecnologias na área da energia limpa e que visa acelerar a transição energética na Europa. E a Amnis Pura, empresa spin-off fundada e liderada por dois investigadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), ambos doutorados em Engenharia Química e Biológicafoi uma delas.

Frederico Relvas e Paulo Ribeirinha, atualmente integrados no Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) da FEUP, levaram a concurso a sua tecnologia de purificação de gases, entre os quais o hidrogénio, para aplicação em várias indústrias.

A spin-off, assim como os outros 14 projetos finalistas provenientes de diversos países europeus, teve a oportunidade de receber formação especializada entre abril e julho deste ano. O programa contou com masterclasses e workshops direcionados para a criação de negócio, abordando as áreas de finanças, gestão de equipas, marketing, propriedade intelectual e pitching.

A inovação no processo de purificação de hidrogénio (15% mais eficiente do que a existente no mercado) permitiu à Amnis Pura marcar a diferença no Cleantech Camp, valendo-lhes um prémio de cinco mil euros, com o acréscimo de 2500 euros em serviços, e a possibilidade de realizarem um projeto piloto com parceiros industriais do programa, como é o caso da PRIO, Naturgy e Enagás Emprende.

De referir que a empresa tinha já integrado, no início de 2021, a “short list” da candidatura portuguesa a apresentar a Bruxelas no âmbito do hidrogénio, para obtenção do estatuto IPCEI, de projeto de interesse comum europeu. “H2Battery – Development of highly efficient hydrogen battery” foi o projeto escolhido com parecer favorável da Comissão Europeia, cujo foco é a utilização do hidrogénio como veículo de armazenamento de energia elétrica.

A Amnis Pura participa ainda no projeto “Baterias 2030”, orientado para tecnologias de produção descentralizada de energia sustentável e plataformas de utilização eficiente da energia numa lógica de comunidades energéticas. O objetivo, enquanto empresa dedicada à purificação de hidrogénio, é a produção de uma bateria composta por este elemento químico e por um eletrolisador integrado com uma pilha de combustível, ambos de 10 kW, trabalho este que será realizado em conjunto com a FEUP.

 

Sobre o Cleantech Camp

Cleantech Camp, organizado pela EIT InnoEnergy em parceria com a PRIO, Naturgy, Enagás Emprende e CRH, é um programa de apoio ao empreendedorismo na área da energia limpa, com o objetivo de transformar projetos em negócios. São procuradas soluções com alto potencial de impacto, apoiando-as na transferência tecnológica para o mercado.

Esta iniciativa é dirigida a startups e projetos europeus nas áreas da inteligência artificial e IoT, smart cities, energias renováveis, mobilidade e blockchain, que possam fazer a diferença na missão de acelerar a transição energética a nível europeu.

O Cleantech Camp oferece ainda às startups selecionadas três semanas de aulas online e duas semanas para o desenvolvimento dos seus projetos. A formação é dada por especialistas da indústria no campo das energias limpas e empreendedorismo, contando com mentores que, ao longo de todo o programa, auxiliam as equipas participantes a construírem um modelo de negócio sólido.

 

 

Fonte: Notícias UP
Imagem: Cleantech Camp