Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Há futuros engenheiros de volta às faculdades… mas em segurança

Há futuros engenheiros de volta às faculdades… mas em segurança

Especial Covid-19 7 Setembro, 2020

Há futuros engenheiros que irão, nas próximas semanas, retomar as aulas regulares e presenciais. Este ano a atenção nas aulas terá de ser dividida com as regras e recomendações da DGS, Direção Geral do Ensino Superior e, naturalmente, das próprias faculdades e escolas.

 

É importante que todos tenhamos em mente as recomendações da Direção Geral de Saúde e da Direção Geral do Ensino Superior para evitar o contágio e a propagação do vírus.

Para todos os alunos e professores relembramos aqui as principais recomendações. Porque se há Engenharia que nos protege, há também recomendações  que devemos seguir.

 

Relembramos que ao sair de casa, em qualquer circunstância deve:

– Evitar tocar no rosto ou na máscara, no caso de ter de a usar;

– Privilegiar o cabelo preso e evitar usar acessórios;

– Manter o distanciamento físico (2 metros pelo menos);

– Evitar tocar em objetos desnecessariamente, mas se precisar utilize lenços de papel para o fazer e deite fora de imediato;

– Lavar frequentemente as mãos com água e sabão e/ou utilize gel desinfetante;

– Tossir ou espirrar para o interior do cotovelo;

– Evite pagar em dinheiro;

– Respeitar a lotação máxima de 5 pessoas por 100m2 nas instalações fechadas. Não tente entrar em recintos cuja lotação está esgotada;

– Deve usar uma máscara certificada pelo CITEVE, tapando sempre a boca e o nariz;

 

Organização geral

– É obrigatória a utilização de máscaras nas instituições científicas e de ensino superior por estudantes, docentes, não docentes, investigadores e outros colaboradores;

– Higienização das mãos à entrada e à saída dos estabelecimentos, salas e espaços comuns, com solução antisséptica de base alcoólica (SABA);

– Seguir os circuitos de entrada e saída nas instalações, de forma a minimizar a concentração e o ajuntamento de pessoas;

– A realização de congressos, reuniões, conferências e eventos deve observar as normas e orientações da DGS em vigor, bem como da legislação vigente;

 

Organização e disposição das salas de aula, anfiteatros e outras áreas onde decorrem atividades com estudantes, docentes, investigadores e colaboradores

– É obrigatório o uso de máscara;

– Nas salas, devem ser mantidas as medidas de distanciamento, garantindo a maximização do espaço entre pessoas;

– Sempre que possível, deve garantir-se um distanciamento físico entre as pessoas de, pelo menos, 1 metro, sem comprometer o normal funcionamento das atividades letivas;

– Nos anfiteatros, podem ser ocupadas todas as filas com lugares desencontrados, devendo ser deixado um lugar de intervalo entre pessoas, sem comprometer o normal funcionamento das atividades letivas;

– Higienização frequente dos materiais partilhados e sempre antes da troca de utilizador;

 

Organização e disposição das residências de estudantes

– É obrigatório o uso de máscara;

– A utilização de espaços comuns, incluindo cozinhas, copas ou áreas equivalentes, deve obedecer a um regime de escala, a fixar por cada instituição, garantindo que a ocupação simultânea permita distanciamento físico de acordo com as normas vigentes, com a consequente limpeza e desinfeção de acordo com as Orientações da DGS;

– Os espaços de lazer de usufruto comum, designadamente salas de convívio ou similares, devem ser redimensionados na sua lotação máxima.

 

Fonte: DGS e DGES
Consulte aqui

Relembre ainda as recomendações: 

Entrar e sair de casa sem vírus AQUI