Houve Engenharia e Mobilidade Elétrica em debate na OERN

Notícia 16 Dezembro, 2019

Houve casa cheia para debater a mobilidade do futuro na sede da ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN). A sessão de abertura esteve a cargo de Joaquim Poças Martins, Presidente do Conselho Diretivo da OERN, que lembrou a importâncias das conferências que a OERN e os seus colégios têm organizado ao longo de todo o ano com convidados de primeira linha. Joaquim Borges Gouveia, da Universidade de Aveiro, e membros do conselho diretivo da OERN, conduziu a sessão contextualizando as intervenções de cada um dos convidados.

O primeiro painel contou com a presença de Ângelo Ramalho, CEO Efacec, que explicou que o “objetivo da empresa é projetar um futuro mais inteligente para uma vida melhor”, para tal focou-se na em temas como a energia, ambiente, mobilidade, cidades e conectividade digital. João Peças Lopes, Professor FEUP, abordou o tema da integração da mobilidade elétrica, passando pelo paradigma atual, questões comportamentais, estudos de caso e soluções políticas. Já Filipe Araújo, Vice-Presidente Câmara Municipal do Porto, mencionou a importância das cidades nesta integração, referindo o caso do Município do Porto e quais os projetos atuais e dos do futuro.

A abrir o segundo painel Tiago Braga, Presidente da Metro do Porto, lembrou a eficiência dos transportes públicos e as soluções de melhoria que estão em cima da mesa. Por sua vez Gonçalo Castelo Branco, Diretor da Mobilidade Inteligente EDP Comercial, referiu que a empresa pretende alcançar uma posição estratégica no contexto da mobilidade elétrica, fornecendo soluções de carregamento. Por último Carlos Almeida, Diretor de Estratégia e Planeamento CEEIA, mencionou quais as soluções que estão a ser estudadas e desenvolvidas pela CEIIA.

A sessão de encerramento esteve a cargo de Ribeiro Fernandes, Coordenador do Colégio de Engenharia Eletrotécnica – Norte que realçou mais uma vez a importância deste tema.