Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Odete Almeida eleita presidente da Federação das Associações Ibero-Americanas de Ar Condicionado e Refrigeração

Odete Almeida eleita presidente da Federação das Associações Ibero-Americanas de Ar Condicionado e Refrigeração

Notícia 6 Março, 2020

No passado dia 4 de fevereiro Odete Almeida, vogal do Colégio de Engenharia Mecânica da Região Norte e professora do Instituto Superior de Engenharia do Politécnico do Porto (ISEP), foi eleita presidente da Federação das Associações Ibero Americanas de Ar Condicionado e Refrigeração (FAIAR), um órgão ibero-americano que junta cerca 15 países. Odete assume que para o seu mandato irá promover “programas e atividades de educação e pesquisa em engenharia de ar condicionado e refrigeração, que auxiliem o avanço do conhecimento e atualização tecnológica do sector”.

Odete Almeida

Para quem não é da área e não conhece, o que é a FAIAR?

Trata-se da Federação das Associações Ibero Americanas de Ar condicionado e Refrigeração, composta pelas principais Associações Ibero Americanas (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Paraguai, Perú, República Dominicana, Uruguai e Venezuela, Portugal e Espanha) que representa um mercado com cerca de 600 milhões de consumidores na América e Europa.  O objetivo da FAIAR é sobretudo promover o desenvolvimento da ciência e da aplicação de aquecimento, ventilação, ar condicionado e refrigeração e outras disciplinas, e a integração das Associações da região Ibero-americana e os seus associados, tais como ASHRAE; Eurovent; IIAR; NAFA e REHVA.

Foi eleita presidente desta associação, como se processa esta eleição?

O Presidente da FAIAR é o presidente da Associação do país que foi eleito para realizar o Congresso Ibero-americano de Ar Condicionado (CIAR), nomeação essa que tem que ser aprovada pela Assembleia Geral da FAIAR. Um país é eleito após apresentar candidatura para a realização do CIAR paralelamente com outros países que se candidatam também. A transferência da presidência da FAIAR é realizada no âmbito do CIAR.  O CIAR realiza-se de dois em dois anos e começou em 1991, na Colômbia. O último CIAR foi em maio de 2019 em Santiago do Chile, onde a EFRAIRC (Associação Portuguesa dos Engenheiros de Frio Industrial e Ar Condicionado) foi eleita para realizar o CIAR, logo Portugal assumiu a Presidência da FAIAR, mas só em 4 de fevereiro de 2020, durante a Assembleia Geral Ordinária, que se realizou em Orlando, nos Estados Unidos, o novo presidente da EFRIARC teve que ser reconhecido como o novo presidente da Federação FAIAR.

Quais serão as objetivos/metas para o seu mandato?

Quero dar continuidade aos programas e atividades de educação e pesquisa em engenharia de Ar Condicionado e Refrigeração, que auxiliem o avanço do conhecimento e atualização da tecnológica do sector. Como por exemplo, a criação de normas que descrevam metodologias que contribuem para o benefício do público em geral, que foi o caso da “NIbF 500001 Norma IberoAmericana FAIAR de Controlo de Qualidade do Ar em Edifícios” elaborada em Português, Espanhol e Inglês no ano 2019. Mas quero também continuar a difundir pelos associados da FAIAR e outras organizações similares, em qualquer território, o objetivo da FAIAR; aprimorar a integração das Associações da região Ibero-americana e os seus associados e apoiar os esforços das Associações da Federação nos países onde exercem as suas atividades.

E já tem alguns desafios agendados…

Sim, vamos organizar o Congresso Ibero-americano de Ar Condicionado e Refrigeração, CIAR2021, nos dias 20 e 22 de abril de 2021 em Lisboa, vamos reforçar a consciencialização nos profissionais do Ar Condicionado e Refrigeração, organizações públicas e privadas, e cidadãos, da estreita relação entre o setor e a alteração das mudanças climáticas, e claro elaborar um plano de estratégia para a FAIAR até 2025.