Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - “Vamos permitir que a palavra Engenharia seja desprestigiada?”

“Vamos permitir que a palavra Engenharia seja desprestigiada?”

Artigo de Opinião 21 Julho, 2020

Artigo de opinião por… João Oliveira coordenador do Colégio de Engenharia Informática – Norte

Quase todos os dias ouvimos ou lemos notícias em que surge a palavra “Engenharia”, contudo, muitas vezes, esta é aplicada em situações que nada têm a ver com a Engenharia.

Segundo o dicionário Priberam, Engenharia é o “Conjunto de técnicas e métodos para aplicar o conhecimento técnico e científico na planificação, criação e manutenção de estruturas, máquinas e sistemas para benefício do ser humano.”

Na ordem jurídica portuguesa, a Ordem dos Engenheiros, cujo Estatuto foi aprovado pelo Decreto-Lei n.º 119/92, alterado pelo Lei n.º 123/2015, tem como principal missão “o controlo do acesso à atividade profissional de engenheiro e do seu exercício, contribuir para a defesa, a promoção e o progresso da Engenharia, estimular os esforços dos seus membros nos domínios científico, profissional e social, e defender a ética, a deontologia, a valorização e a qualificação profissionais dos engenheiros.”

Feito este enquadramento, fico desapontado com o termo “Engenharia Social”, para referir “manipulação psicológica de pessoas para a execução de ações ou divulgar informações confidenciais” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_social_(seguran%C3%A7a). Este termo está a vulgarizar-se, tendo já sido adotado por instituições oficias. Veja-se a propósito a definição do Centro Nacional de Cibersegurança: “Designa-se por engenharia social o processo de tentar convencer alguém de algo fictício, usando interações que podem revestir várias formas: mensagens de correio eletrónico, interações através das redes sociais ou mesmo chamadas telefónicas” (https://www.cncs.gov.pt/engenharia-social/). Colocada a palavra Engenharia neste contexto, que conhecimentos técnico e científico se aplicam e que benefícios se esperam para o ser humano?

“Engenharia Financeira”, normalmente publicada em notícias, é outra utilização abusiva da palavra Engenharia, associando este termo à viciação da informação de prestação de contas e fugas aos impostos.

Com esta pequena reflexão pretendo apenas alertar para o perigo de desvirtuamento de uma palavra que merece a dignidade própria e dos seus profissionais e contribuir para uma eventual tomada de posição por parte da Ordem dos Engenheiros.