Falar em público – 2ª ed.

Sinopse

Discursar em público não precisa de ser um drama: a ansiedade oratória tem remédio e as imperfeições corrigem-se! Falar bem perante um auditório é um processo gradual. Esta formação é um bom começo. Treine conosco a linguagem não verbal, (gesticulação, postura, olhar, indumentária), projeção de voz, dicção, flexibilidade, adaptação ao ambiente e a empatia com a audiência. Exercícios filmados e comentados.

Competência de saída
No final da formação o formando estará apto a:
– conhecer os mais eficazes métodos de criar mensagem
– preparar essa mensagem para uma intervenção em público
– aquecer, melhorar e proteger a voz
– reconhecer os seus tiques e bengalas
– identificar os principais erros oratórios
– aplicar técnicas para reduzir a insegurança pré-oratória

Destinatários

Membros e não membros. Pessoas que precisem de melhorar as suas intervenções em público.

Formador/a

Paulo Colaço

Paulo Colaço é um português de Goa, nascido em Moçambique. Tem 45 anos. É profissional de comunicação, formador e consultor político.

Fundou em 2013 a agência “Potenciar Comunicação”, de que é Diretor-Geral.

Faz assessoria a pessoas públicas e instituições, escreve discursos, dirige campanhas eleitorais dentro e fora de Portugal e gere crises de comunicação.

Enquanto formador, dá os cursos “Falar em Público”, “Escrita Criativa”, “Gestão de Crise”, “Dúvidas da Língua Portuguesa”, entre outras.

Elabora guiões para filmagens, faz revisão de texto e copywriting.

Trabalha regularmente com governos, partidos, empresas e instituições sociais de Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Timor.

Foi jornalista, diretor criativo e responsável de comunicação autárquica.

Foi também formador externo do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal (Instituto Diplomático) e do Banco de Portugal, nas áreas de “Escrita de Discursos” e “Língua Portuguesa”.

Conteúdos Programáticos

  • A autenticidade
  • A voz: cuidado a ter
  • A voz: instrumento complexo
  • Apoios visuais
  • Audiência: capacidade de concentração
  • Audiência: conhecê-la bem
  • Audiência: construção mental do orador
  • Audiência: o que o público retém
  • Comover, convencer, persuadir
  • Componentes da intervenção em público
  • Comunicação não-verbal
  • Conteúdo e forma
  • Discurso: como construir
  • Enquadramento da intervenção
  • Expressão corporal
  • Humor: como usar
  • Importância da pausa
  • Nervosismo e Ansiedade Oratória
  • O “bom português”
  • Objetividade, concisão e clareza
  • Os cuidados do orador
  • Paradigma Comunicacional
  • Período de perguntas: como gerir?
  • Respiração e Exercícios pré-locutórios

Carga horária

10h

Observações

Idioma: Português

Carga horária em sessões assíncronas (estimativa de tempo de autoestudo e etapas sem intervenção síncrona dos formadores): 1 hora

– Carga horária em sessões presenciais: 9 horas

Data e horários das 3 sessões presenciais: Dias 23, 24 e 25 de janeiro, das 10h30m às 13h30m

Avaliação: a avaliação acontece nas sessões presenciais

Nota: As sessões presenciais serão ministradas na sala de Formação localizada no 2º piso do edifício da Ordem dos Engenheiros da Região Norte, na Rua Rodrigues Sampaio, 123, 4000-425 Porto.

Certificação:
Concluída a ação de formação com aproveitamento, será emitido um Certificado de Formação Profissional, com aprovação (sem classificação atribuída), numerado, formato OERN.

Preço Membro:

€85

Preço Não Membro

€150

Preço Estudante:

€65

Partilhe a engenharia que há em tudo o que há

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Poderá gostar também…