Juntas Adesivas Estruturais

Sinopse

Juntas adesivas estruturais são atualmente tecnologia de união que rivaliza com outros métodos convencionais, tais como soldadura ou rebitagem em transportes, engenharia civil, eletrónica, embalagem, equipamento desportivo, calçado, etc. Surpreendentemente, a colagem adesiva pode resultar em juntas mais resistentes do que juntas aparafusadas ou rebitadas, apesar do material polimérico aparentemente ser menos resistente. Isto é devido ao espalhamento mais uniforme da carga numa junta adesiva. Esta formação pretende desmistificar os conceitos errados que os engenheiros que não estão familiarizados com o tema têm sobre adesivos.

Destinatários

Membros e não membros

Formador/a

Ana Queirós Barbosa

É investigadora na Unidade de Processos Avançados de Junção (AJPU), uma das unidades de investigação do INEGI. Tem uma forte formação em Engenharia de Materiais, com um mestrado obtido em 2008 na FEUP.  Obteve o seu doutoramento através do estudo da utilização de pó de cortiça como material de reforço para adesivos frágeis, e foi premiada com uma bolsa individual de doutoramento pela FCT. O trabalho desenvolvido no meu doutoramento foi premiado com o melhor prémio de apresentação na conferência AB2011. Defendeu com sucesso a sua tese de doutoramento em 2017. Desde a conclusão do seu doutoramento, esteve envolvida em trabalhos científicos que levaram a duas patentes em parceria com universidades espanholas (Comillas e Carlos III). Tornou-se membro do LAETA/INEGI, o que lhe permitiu continuar a realizar investigação sobre as propriedades mecânicas dos adesivos e processos avançados de união. É membro da unidade de Processos Avançados de União (UPAL) do INEGI, onde os processos de união têm sido estudados há mais de 16 anos, cobrindo uma vasta gama de tópicos. Desde 2019, tem sido a Coordenadora de Desenvolvimento de Negócios desta unidade. Publicou mais de 30 artigos indexados ISI como autora e as suas obras foram citadas 364 vezes, correspondendo a um índice h de 10 (8/3/2022). Publicou 2 livro e 2 capítulos de livros. Nos últimos 3 anos, para além da sua atividade como investigadora, desempenhou funções como gestora de projetos e consultora de projetos. Dada a sua experiência, representa o INEGI nos encontros europeus (EARPA) que visam a otimização no sector automóvel. Está altamente empenhada em atividades de divulgação científica, estando envolvida no Comité Científico de conferências sobre materiais e juntas adesivas.

Conteúdos Programáticos

  • Fundamentos de adesão
  • Benefícios e limitações de juntas adesivas
  • Preparação superficial
  • Principais famílias de adesivos
  • Projeto de junta
  • Controlo de qualidade
  • Degradação de juntas adesivas

Carga horária

8h

Observações

Idioma: Português

Carga horária em sessões assíncronas (estimativa de tempo de autoestudo, fórum e etapas sem intervenção síncrona dos formadores): 4h

Carga horária em sessões síncronas: 4h

Datas e horário das sessões síncronas: Dias 08 e 15 de outubro, das 10h às 12h

Avaliação: 22 outubro 2022

Certificação:
Concluída a ação de formação com aproveitamento, será emitido um Certificado de Formação Profissional, com aprovação (sem classificação atribuída), na plataforma SIGO.

Preço Membro:

€50

Preço Não Membro

€200

Preço Estudante:

€25

Partilhe a engenharia que há em tudo o que há

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Poderá gostar também…