Plataforma Notícias Ordem Engenheiros Região Norte - Língua Mandarim Nível II

Língua Mandarim Nível II

Formação Porto 7-01-2019 | 29-04-2019 19:30

A OERN está a promover, uma formação em Língua Mandarim II para todos os interessados em aumentar o seus conhecimentos nesta área.
Info e inscrições AQUI

A aprendizagem da língua chinesa por alunos estrangeiros é altamente benéfica na tripla vertente que permite ao aluno desenvolver a memória, as capacidades cerebrais e por consequência o próprio pensamento cognitivo na medida em que na aprendizagem do chinês a aquisição do conhecimento é feita através da perceção do som, do tom, do símbolo, da imagem e do significado final.

O objetivo final é conduzir os alunos a ter o conhecimento necessário de chinês, para poder comunicar sem grandes dificuldades com a parte chinesa, e desta forma poder reforçar o eventual sucesso linguístico a nível da comunicação oral e escrita.

O curso, como já foi referido, é essencialmente dirigido a todos os aprendentes de língua nativa portuguesa que estejam interessados em adquirir os conhecimentos elementares do chinês mandarim tanto a nível oral como escrito.

Competências e Resultados da aprendizagem (Skills and Learning outcomes)

É do conhecimento geral que qualquer interação cultural ou transação de natureza cultural, diplomática, económica, ou comercial, entre a China e qualquer país estrangeiro representa a nível da antropologia e da sociologia uma atividade de natureza transcultural. A eventual remoção das barreiras e dificuldades linguísticas que estão subjacentes à compreensão da cultura chinesa, que consistem em princípios e pontos subtis expressos por uma linguagem específica, e que podem revelar-se bastante beneficiais para o sucesso comercial das entidades às quais este curso será dirigido. É por estas mesmas razões, que se aconselha aos estrangeiros em questão que adquiram as seguintes proficiências em língua chinesa como a seguir se descreve:

– Conhecimentos e proficiências básicas em chinês que possam ser aplicadas às atividades culturais ou comerciais em questão.

– Habilidade de comunicar num ambiente essencialmente chinês de um ponto de vista cultural, ser capaz de perceber os essenciais das circunstâncias da atividade económica chinesa e também as regras inerentes ao bom desempenho económico, que incluam comércio, investimento, cooperação e administração de empresas;

– Competências em comunicação transcultural no contexto do intercâmbio económico e de cooperação, sendo adicionada a esta vertente um conhecimento bastante variado das regras e dos costumes comerciais, em conjunto com informação de base sobre a cultura chinesa propriamente dita.

Como indicado é então necessário compreender o ensino do chinês numa vertente de ensino baseada numa regra de três em um, ou seja, entender e aprender a língua como um fator que transporta as atividades culturais e comerciais e os conhecimentos básicos transculturais. Tais proficiências em linguagem de comunicação podem então ser apresentadas em quatro níveis organizados numa ordem ascendente:

– Capacidade para utilizar expressões apropriadas em ocasiões sociais formais e de carácter cortês como receções, apresentação de cumprimentos, introduções de natureza variada, pedidos de desculpa e também apresentação de congratulações.

– Habilidade em utilizar expressões adequadas em situações específicas de compras, viagem, utilização e viagem em transportes públicos, telefonemas e marcação de encontros, reuniões, briefings, exposições…etc.

– Capacidade para utilizar expressões adequadas durante atividades culturais ou comerciais ou, tais como fazer uma descrição sumária de uma tradição ou de um qualquer outro aspeto cultural, de uma companhia ou de um produto, na obtenção ou atribuição de uma quota, um comentário ou mesmo uma declaração.

– Capacidade de utilizar expressões apropriadas em fóruns culturais, receções, eventos diplomáticos, consultas, negócios, discussão de preços, na redação ou revisão de um plano, discussão de uma via de cooperação, comentários sobre determinado assunto em conjunto com a análise e resolução de problemas.

Mais se informa que também fará parte do programa de curso informação adicional sobre a atividade económica chinesa, regiões económicas especiais e geografia e história moderna da China entre outros aspetos de relevo.

Pré-Requisitos
Possuir nível I de Mandarim

Horário
Segundas: 19:30h-21:30h

Mais informações e inscrições AQUI